A inovação vem para quem se movimenta

Formada a partir da junção dos termos “proto” e “agon”, a palavra protagonista refere-se ao personagem principal de uma história. É aquele com a habilidade de sair na frente diante de um acontecimento. Atualmente, o conceito ultrapassou as barreiras da ficção e alcançou outros nichos como o corporativo – especialmente as empresas que procuram diferenciar o negócio por meio da inovação. Afinal, ao ser aplicada de maneira assertiva a característica é capaz de agregar valor nas equipes de trabalho.

Na prática, o colaborador protagonista foge da acomodação no cargo, pois apresenta um espírito empreendedor. É um profissional que costuma ter foco na melhora contínua da companhia ou do setor em que está inserido (depende da abrangência dos insights dele). Portanto, sempre está inquieto em busca do novo sem medo de correr riscos ao gerar uma ideia e compartilhá-la com o time. Ele também tem facilidade para identificar oportunidades que podem otimizar os procedimentos organizacionais. Entre as vantagens do protagonismo para as empresas, encontram-se a ampliação do nível de satisfação do clima organizacional, aumento da produtividade, diminuição do turnover e fidelização de clientes.

“Em uma gestão de comando e controle as pessoas são impossibilitadas de atingir o desenvolvimento máximo das competências e de contribuir de maneira efetiva com o negócio porque ficam dependentes do chefe. Ou seja, esperam ordens independente da urgência das demandas e têm a necessidade de serem orientadas em qualquer tarefa. A ausência de liberdade resulta em uma equipe desmotivada pela falta de desafios que começa a trabalhar automaticamente e com o passar do tempo pretende deixar a organização. Logo, é fundamental estimular a autonomia por meio do intraempreendedorismo a fim de expandir o senso de pertencimento, a pró-atividade e as tomadas de decisões bem estruturadas  em alta velocidade”, afirma Flora Alves, idealizadora do Trahentem®.

Protagonismo e o T&D

Mas, como a área de Treinamento & Desenvolvimento pode de fato auxiliar o funcionário a colocar o pé no protagonismo? O Trahentem® posiciona o ser humano no centro do treinamento é uma espécie de guia para designers instrucionais experientes ou iniciantes na descoberta de um caminho ágil e seguro durante a construção de uma solução de aprendizagem.

“A ferramenta exige que o DI se desfaça do posicionamento de autoridade do conhecimento e exerça o papel de um facilitador preocupado com as reais necessidades de aprendizagem do colaborador e com o contexto corporativo em que ele está inserido. Ao ser colocado no papel de protagonista, o aprendiz sente-se mais conectado com a ação – o que aumenta o engajamento e por consequência a assertividade da iniciativa”, explica Flora.

One Reply to “A inovação vem para quem se movimenta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *