Ferramentas que ajudam a diagnosticar as necessidades de um treinamento

Vamos começar este post afirmando que a mensuração de resultados só é possível quando planejamos onde queremos e precisamos chegar. Elaborar o Design de Aprendizagem de uma solução significa criar uma solução de aprendizagem pensando na experiência de quem aprende e no que esta pessoa precisa fazer com este aprendizado.

Para que isso aconteça é preciso pensar no tipo de conhecimento a ser aprendido, no contexto no qual a pessoa está inserida e também na aplicabilidade deste conhecimento para a sua rotina. E existem ferramentas para isso!

Um Sistema de Design de Instrucional (ISD Instructional Systems Design) é uma abordagem sistemática para analisar, desenhar, desenvolver, implementar e avaliar experiências de aprendizagem de maneira eficiente, efetiva e engajadora. Um possível primeiro modelo do que se chamou de “desenho instrucional” foi desenvolvido pelo exército americano a partir das descobertas de B.F Skinner sobre o comportamento operante. Esse modelo teria sido aplicado ao desenvolvimento e treinamento de soldados para a Segunda Guerra.

O modelo ADDIE, que significa Análise, Design, Desenvolvimento, Implementação e Avaliação, é um modelo clássico de um processo sistemático de design instrucional. Há vários outros sistemas diferentes, mas a grande maioria se baseia no ADDIE. Existem outros modelos conhecidos, mas as diferenças entre eles são normalmente pequenas, estão relacionadas ao seu escopo e tendem a estar ligadas a terminologias e procedimentos. Muitas das abordagens mais recentes para o Design de Aprendizagem propõem métodos mais rápidos que permitem a verificação de eficácia e correção de rumos antes que um grande investimento tenha sido feito com uma solução de aprendizagem.

Canvas

Canvas é uma palavra inglesa que deriva do latim e que significa “tela”. Pense em uma tela em branco. Você pode colocar nela o que a sua imaginação permitir e, assim, criar uma visão compartilhada de algo que anteriormente era só seu.

Agora imagine como seria desenhar um treinamento em apenas algumas horas de trabalho. Essa é a premissa da metodologia Trahentem® idealizada por Flora Alves. Com três Canvas, é possível identificar as necessidades, selecionar os conteúdos e desenhar qualquer solução de aprendizagem de forma rápida, bem visual e focado na maneira como as pessoas aprendem.

1º Canvas: DI-EMPATIA: Identifique os gaps de performance e elabore o objetivo de aprendizagem;

2º Canvas: DI-TAREFAS: Selecione os conteúdos a serem trabalhados e vá da teoria à prática

3º Canvas: DI-ROPES: Dinamize o processo de construção da solução de aprendizagem enquanto contempla todos os processos necessários para que essa aprendizagem aconteça.Cada um deles proporciona uma prática específica e conectada com o ciclo de aprendizagem. Esta metodologia colaborativa, que utiliza os princípios do Design Thinking para percorrer as etapas necessárias para o desenho de uma experiência completa, pode ser combinada com qualquer Sistema de Design Instrucional e possui uma versão digital, facilitando a colaboração de pessoas independentemente de onde estejam, sendo um grande diferencial para acelerar o processo com qualidade. Empatia, colaboração e agilidade se aliam à simplicidade para facilitar o processo de Design de Aprendizagem de maneira assertiva, uma vez que o método funciona com um roadmap que guia o designer por todas as etapas necessárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *