Aspectos fundamentais para o desenvolvimento e implementação do Lifelong Learning

Atualmente, não faz mais sentido educar alguém por apenas uma parte de sua vida e, com isso, a filosofia de “nunca é cedo ou tarde demais para aprender” nunca fez tanto sentido. E é nesse contexto que surge o conceito de lifelong learning – aprendizagem ao longo da vida, termo que se refere a busca “contínua, voluntária e auto motivada” do conhecimento, seja em âmbito profissional, acadêmico ou pessoal.

Desde que a era digital tornou o mundo um espaço conectado, não-linear e pouco previsível, fica para trás no mercado de trabalho quem não buscar desenvolvimento contínuo. Nesse contexto, a crença que a maioria das pessoas tem de que a aprendizagem só é efetiva quando associada a uma educação formal está caindo por terra nos últimos anos. O diploma formal não é mais garantia de sucesso na carreira ou de estabilidade financeira como no passado. Agora, para acompanhar o ritmo das mudanças, é necessário adquirir permanentemente novos conhecimentos, tanto pessoais como acadêmicos e profissionais. Claro, que nunca diminuindo a importância que a educação formal tem. 

Neste post separamos três aspectos fundamentais para o desenvolvimento e implementação do lifelong learning. Preparado para ser um eterno aprendiz?

Abra a cabeça para o novo

Tradicionalmente, realizamos nossos estudos na infância e juventude. No entanto, este modelo convencional de educação já não dá conta de preparar as pessoas para os desafios da vida e do mercado de trabalho. Por isso, o primeiro passo para virar a chave é conscientizar-se que o processo de aprendizagem fará parte de toda a sua vida adulta. Abra a cabeça para o novo, observe mudanças ao redor e não perca tempo lutando contra a automação e a tecnologia, que chegaram para ficar. Ao contrário, domine outras técnicas, desenvolva novas habilidades, busque atualizar-se. Além de se preparar para as necessidades da empresa na qual trabalha, você será capaz de enxergar novas oportunidades para si e para os negócios.

Detecte deficiências

Autoconhecimento é a chave para diagnosticar as próprias deficiências. Às vezes, aquela promoção tão almejada escapa, não por falta de know-how técnico, mas por ausência de alguma soft skill. Habilidade comunicacional, empreendedorismo, inteligência emocional e capacidade de trabalhar em equipe são requisitos para cargos de liderança, vale observar quais competências você precisa desenvolver. Além disso, trace metas claras, definindo objetivos e estipulando prazos. E lembre-se: nada cai do céu, é preciso dedicação e investimento de tempo pessoal.

Localize o conhecimento

Conhecimento não significa necessariamente educação formal. Hoje, a informação está em todo lugar, e não só em especializações ou MBAs. Na internet, é possível encontrar desde blogs especializados até cursos gratuitos ou de baixo custo. Procure o conteúdo que lhe será útil, localize especialistas e fontes confiáveis, junte-se a grupos de discussão e, sobretudo, pratique sempre. Ser curioso, buscar novas experiências e estar disposto a se qualificar ao longo da vida é o segredo da ascensão profissional em um mercado que exige desenvolvimento contínuo.“Quanto mais uma pessoa aprende ao longo da vida, mais ela será mais capaz de se adaptar às mudanças que exige flexibilidade e capacidade de improvisação em situações inesperadas. Nesse contexto, o lifelong learning traz muitos benefícios porque, além de manter o profissional qualificado durante toda a sua carreira, abrirá sua mente para novas possibilidades e suas conexões e redes de contato se fortalecerão, bem como habilidades naturais e outras skills”, finaliza Flora Alves, idealizadora da metodologia Trahentem®.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *