Novas metodologias na educação corporativa

Atualmente, muito se fala também sobre o impacto da tecnologia nas empresas. E não é à toa! As ferramentas digitais ajudam os negócios a serem mais produtivos, além de auxiliarem na gestão e darem subsídios para que as lideranças tomem decisões com base em dados concretos. Mas a tecnologia também faz toda a diferença em outro ponto crucial para o sucesso de qualquer empresa: a qualificação dos funcionários.

Algumas das tendências são o Storytelling no Ensino à Distância, que pode ser traduzido livremente como contação de história. Trata-se de usar narrativas para estimular a criatividade e a imaginação dos alunos, ao mesmo tempo em que são transmitidas informações importantes de forma leve e fluida; e o Mobile Learning, que usa aplicativos para auxiliar na capacitação de profissionais podendo conter videoaulas, e-books ou mesmo testes e jogos educativos para incentivar os colaboradores a aprenderem de forma simplificada; e a Gamificação, que insere a lógica dos games na educação corporativa, onde as empresas podem criar jogos ou adaptá-los de acordo com suas demandas internas.

O ensino híbrido, onde os profissionais recebem o material da aula com antecipação (o que pode ser feito até via aplicativos de celular) e o estudam para, no dia certo, compartilharem o que aprenderam com os colegas; e o Non Stop, onde o profissional recebe treinamentos internos e busca qualificação em instituições externas (que podem até ser subsidiadas pela empresa), além de manter os olhos sempre bem abertos para os conteúdos que circulam na internet, seja em sites especializados ou nas redes sociais, também são bons exemplos.  

Por último, mas não menos importante, as soluções de aprendizagem customizadas. ”Em geral, treinamentos internos costumam ser pensados para uma transmissão massiva, para equipes inteiras ou mesmo toda a empresa. O problema é que cada funcionário tem potencialidades e fraquezas específicas, além de serem mais afetados por tipos diferentes de ensino. É preciso customizar, fazer sob medida. Com a personalização, os treinamentos são otimizados para que consigam ajudar cada funcionário nos pontos mais importantes. Com a metodologia Trahentem para o Design de Aprendizagem com uso de Canvas é possível criar uma solução de aprendizagem centrada no ser humano que precisa aprender, bem como nos conhecimentos essenciais para que ele desempenhe seu trabalho de maneira produtiva e focada em sua performance”, pontua Flora Alves, idealizadora da metodologia Trahentem® e CLO da SG – Aprendizagem Corporativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *